PGConf Brasil 2018, lançado!

O primeiro evento de Software Livre que eu organizei foi em 2003, no ABCD paulista. Depois vieram em 2004, 2005 e 2006 as 3 edições do Fórum Regional de Software Livre do ABCD.

Em 2005 e 2006 juntamos uma turma de pessoas interessadas em PostgreSQL nos eventos de software livre como o FISL, CONISLI. Começou com uma palestra aqui e ali. Logo ficou claro que estava na hora de fazer nosso próprio evento. Em 2007 montamos nosso primeiro stand no FISL e no final do ano organizamos o PGCon Brasil 2007 em São Paulo. Nesta primeira edição contamos com a “Tempo Real Eventos” que organizou toda a infra do evento.

Em 2008 e 2009 fomos até a UNICAMP em Campinas / SP e fizemos dois grandes eventos, com as próprias pernas. Em 2011 o evento muda de PGCon para PGBR, devido a uma solicitação do organizador do PGCon no Canadá. Fizemos o PGBR 2011 em São Paulo / SP, a primeira feita num hotel. Este foi o último grande evento em que eu encabecei a organização.

Em 2013 o Luis Fernando Bueno foi o responsável pela organização do PGBR 2013 em Porto Velho / RO. Em 2015 o Fabrízio de Royes Mello assumiu a organização do PGBR 2015 em Porto Alegre / RS e em 2017 o Sebastian Webber foi o Kahuna do PGBR 2017.

Para que fosse possível organizar os eventos de forma independente nós precisávamos de um CNPJ e uma conta bancária para poder receber patrocínios, contratar fornecedores e receber o valor das inscrições. Para isso contamos com o apoio da ASL que organiza o FISL. A comunidade brasileira de PostgreSQL em si nunca teve uma entidade legalmente constituída. Nunca houve um presidente ou uma autoridade que pudesse falar em nome da comunidade. Houveram apenas pessoas que toparam o desafio de fazer acontecer.

A comunidade mudou muito de 2016 para cá. Hoje não existe mais aquela empolgação de que o Software Livre iria mudar o mundo. Por outro lado, conhecemos muita gente bacana, disposta a ajudar outras pessoas, trouxemos palestrantes dos EUA, Japão, Argentina, Suécia, Rússia, Equador, Bolívia, Espanha, Chile, Inglaterra e devo estar esquecendo de mais alguns. Isso nos ajuda a arejar um bocado a cabeça. Fizemos grandes amigos, aliás, alguns deles viraram colegas de trabalho.

Depois do sucesso do PGBR 2017, estava claro que o modelo atual não seria o mais adequado para nós. Os tempos mudaram. Então resolvemos assumir a organização do evento como Timbira, sem a ASL. Isso diminui um bocado a burocracia da organização e nos dá um pouco mais de flexibilidade. Fazer as coisas de um jeito mais eficiente é fundamental para que a organização do evento não tome todo o nosso tempo. Por outro lado, para que tudo dê certo (no final sempre dá… mas nem todos veem o esforço para isso virar por trás das cortinas) resolvemos começar agora.

Vamos utilizar o nome PGConf, como a maioria das conferências sobre PostgreSQL tem feito nos outros países. O site do evento já está no ar e uma página no Facebook também. Aproveitamos ainda para lançar uma pesquisa para ver quais palestrantes internacionais as pessoas gostariam de ver no evento. Então anote aí:

Até o final de novembro deveremos iniciando a captação de recursos, abrindo a chamada de trabalhos e as inscrições antecipadas para o evento, então logo teremos novidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *