Divagações

Pra viver um grande amor

Sempre acreditei (e continuo acreditando) que o universo é um cara com grande senso de humor, mas também infinitamente generoso com a minha pessoa. Se você meu caro leitor quiser trocar a palavra universo por Deus, fique à vontade também. O fato é que há quase 6 anos atrás, conheci uma das pessoas mais incríveis e que definitivamente influenciou e influencia demais a minha vida. Tive o privilégio de dividir o mesmo teto, de aprender e quiçá de ensinar alguma coisa também.

Eu realmente sei que não tenho a competência devida para falar de alguém tão especial, mas queria aqui deixar registrado algumas poucas palavras no dia do seu aniversário. Queria aqui deixar aquele abraço apertado que só você pode dar. Aquele abraço que foi sempre verdadeiro, inteiro, completo, sincero. Sempre. No pior dos dias, na dor, não houve um abraço que não tenha sido especial. E por jamais se negar ao afeto, isso seria talvez tudo que fosse preciso ser dito. Alguém cuja generosidade e o amor brota aos borbotões. Alguém que se nega a exalar o rancor, a mágoa. Alguém que mede cada palavra e cada gesto pela capacidade de agregar algo de bom ao próximo. Será que você tem a noção do que é conhecer uma pessoa assim?

É claro que a história não para por aí. A capacidade de enxergar o outro é de longe a sua habilidade mais fascinante. Engana-se quem pensar que isso é um dom. Nada mais equivocado. Olhar o outro, perceber e sentir o outro pode parecer algo mágico, mas é um longo aprendizado, um investimento de décadas de observação, de dedicação e de treino. Essa habilidade é algo que sempre me assombrou, sempre me encantou. A capacidade de ler as pessoas e situações se complementam com algo ainda mais incrível: a capacidade de reagir e modular ações para promover mudanças com o mínimo de interferência no outro. Uma delicadeza, uma sutileza e uma energia que age às vezes quase invisivelmente.

Junte a tudo isso o sorriso, o olhar apaixonado pela vida, o gosto pela música, pelas artes, pelo conhecimento. A capacidade de se reinventar, de crescer e se conhecer. E seguindo por aí vem um monte de qualidades e claro, alguns defeitos também. Mas junto com os defeitos veio a capacidade de se rever de buscar novos caminhos.

Foi meio chocante para mim quando ela quis abandonar a educação. Foi e sempre será uma professora excepcional, que consegue ver cada aluno em sua individualidade, na sua especificidade, nas suas demandas, nas suas interações com o grupo e traçar estratégias para puxar o melhor de cada um. Mas nessa busca de se rever apareceu na sua vida a psicanálise e um novo caminho para seguir. Tive o privilégio de acompanhar um pouco dessa trajetória. E tenho que dizer que aquele que deitar no seu divã terá um grande privilégio. E quem teve ou tiver essa oportunidade, saberá que tenho razão.

E fui muito feliz ao seu lado. Muito? Fui feliz para caraleo. Um amor para a vida toda. Um grande amor. E sempre disse e continuo repetindo: vou te amar para sempre. Mas para viver um grande amor, é preciso permitir que ele acabe. Deixar que vá embora. E eu fui embora um dia. Demorei muito para criar a coragem para isso. Provavelmente foi a decisão mais difícil da minha vida. Me senti um monstro por querer ir embora. Mas fui. E chorei e chorei e sofri por isso. E mesmo assim, como eu disse logo no começo, o universo é maroto. E hoje, posso dizer com lágrimas nos olhos: Kim, você é a minha melhor amiga. Saiba que poderá sempre contar comigo e sempre vou lhe amar, lhe admirar e lhe apoiar. E sempre poderemos nos abraçar. Porque um amor de verdade, não acaba. Não morre, no pior dos casos, você ressignifica, e segue. Da mesma forma, espero que meu filho possa ser sempre seu amigo, como quero demais que seus filhos sejam sempre meus também. Por que gosto deles demais. E as portas da minha casa estão aqui sempre abertas. Para celebrar a vida e para chorar também.

E hoje é seu dia, mas o presente mesmo vai para quem teve a oportunidade de lhe conhecer. E o universo é mesmo incrível, você existe nele.

Um grande abraço,

Fábio Telles Rodriguez

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.