Escrever é preciso!

tamgram

Hoje de manhã um DBA comentou que numa seleção de emprego a primeira fase consistia numa redação. Parece incrível mas houve quem achou isso ruim. Sim, há quem pense que isso não seja mais importante.

Pense bem, a maior parte do nosso trabalho é escrever código, ler código, interpretar e reagir. Escrevemos para outras pessoas (ou máquinas) lerem. E se estas instruções não forem plenamente claras, o procedimento não será executado com sucesso. Escrita pode ser arte, mas é lógica também.

Um profissional de informática não precisa ser um mestre em figuras de linguagem ou ter um estilo rebuscado. Mas deve ter uma boa coesão de ideias, frases simples e claras, sem duplo sentido. Pode parecer simples, mas muitos falham aí.

No começo da minha carreira eu precisei recrutar um estagiário para me ajudar. Houveram inúmeros inscritos e eu não tinha como entrevistar todos e fazer uma prova prática com cada um deles. Então bolei o seguinte teste. Eu dava um tangram para o candidato e pedia para ele elaborar um documento sobre como montar determinada figura, sem poder dizer antes qual figura seria montada ao término. 80% dos candidatos foram dispensados logo de cara com esse teste. Não levei muito em conta os erros de ortografia, exceto se isso fosse muito gritante. No entanto, a maioria era incapaz de elaborar instruções inteligíveis.

Um profissional pode aprender diversas linguagens de programação, mas vale à pena lembrar que todas elas foram baseadas na nossa linguagem escrita. Peculiarmente a linguagem Perl foi desenvolvida pelo Sr. Larry Wall, que além de um programador, é um linguista também. Não é a toa que a curva de aprendizado do Perl é maior. Ela pois possui uma sintaxe mais complexa e uma estrutura mais próxima da gramática inglesa. Ainda bem que não é baseada  gramática da língua portuguesa. Enfim, um profissional de TI que não escreve bem tem dificuldades em diversos níveis. Dificuldade de síntese, encadeamento lógico e precisão no raciocínio. Imagine alguém que lhe pede informações sobre como chegar em algum lugar na rua. Se a pessoa não for extremamente objetiva e direta, você esquece o que está sendo explicado na 3ª informação que recebe. Quantas vezes não fazemos isso ao quando estamos atendendo um cliente?

Sim, o bom domínio da escrita ainda é pré-requisito para se trabalhar em informática sim. Corretores ortográficos não resolvem problemas de coesão e coerência. Trabalhamos escrevendo o tempo todo. Escreva direito e seja feliz.

1 comentário

  1. Éder Pereira Responder

    Fábio, só li verdades. Estou fazendo meu tcc na faculdade, como é difícil colocar no papel de forma coerente uma idéia que você teve, ou está implementando. Odeio escrever à mão, mas por ironia, estou fazendo matéria de produção textual :p, prefiro os computadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *